Inúmeras possibilidades a seu alcance

Inúmeras possibilidades a seu alcance

Hoje quero falar de um comentário que recebi no blog sobre estar com meus textos induzindo as mulheres a ficarem sozinhas. Pois bem, talvez a pessoa tenha interpretado errado minhas colocações, pois o que coloco é que hoje as mulheres podem escolher viver com alguém ou não, o que é totalmente diferente. Repito: hoje as mulheres podem escolher viver ou não com alguém!

No passado, não havia essa possibilidade, as mulheres não tinham voz na sociedade, não tinham direitos. Hoje em dia se fala tanto sobre o quanto se pode ser feliz consigo e conquistar um universo repleto de satisfação, sem precisar necessariamente ter alguém ao seu lado, que fica difícil entender por que algumas mulheres ainda se submetem a viver infeliz. Quando ouço mulheres dizerem que preferem ficar com o parceiro para acolhê-las na velhice, procuro fazê-las refletir sobre estatísticas que apontam que o homem vive em média oito anos a menos que as mulheres. Assim, existe uma grande possibilidade de elas terem que ficar só na velhice, por isso de nada valerá tanto esforço desprendido numa relação de enganos em que o respeito e a amizade já sucumbiram.

Já não existe mais cobrança da sociedade quanto a isso, o homem não mais precisa “protegê-la” dos males que, porventura, pudessem surgir. Que ótimo! Que evolução!

Então, caro leitor, precisamos acompanhar as mudanças que vêm ocorrendo e que favorecem as mulheres, libertando-as para fazerem suas escolhas sem que isso as deixe em conflito ou sentimento de culpa por não querer gerar um filho, por exemplo. No seu caso, talvez tenha receio que sua esposa crie asas e queira se aventurar indo em busca de seus sonhos. Sim, existe essa possibilidade, mas não é por causa apenas de uma leitura, e sim por um fortalecimento pessoal, uma conquista ímpar que, muitas vezes, nunca acontece. Pense nisso!

Ótima semana!

Por Rosane Machado
Mestranda em Estudo Sobre as Mulheres, Gênero, Cidadania e Desenvolvimento pela UAB de Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *