O Ciclo da desorganização e a necessidade de planejamento.

O Ciclo da desorganização e a necessidade de planejamento.

O Ciclo da desorganização e a necessidade de planejamento.

Em um cenário de desorganização, a Lei de Murphy quase sempre impera.

Você acorda, a geladeira está vazia, não tem mais filtro para fazer o café, como está atrasado, você escolhe comprar um lanche na cafeteria próxima. Na correria, você esqueceu o cartão de entrada do trabalho, pede para alguém passar e se atrasa mais 2 min. Ufa, por segundos não leva advertência.

Você ficou estressado, não com os outros, mas com você mesmo. Aí alguém lhe pede com toda educação um favor e, em vez de falar educadamente, você fuzila a pessoa com os olhos dizendo um curto e grosso: “já vai”.

Gera um desconforto, você fica com culpa de ter sido rude e pede desculpas. Depois do trabalho, ainda tem mais algumas tarefas: você tem que passar no supermercado, mas não fez a lista e volta pra casa sem a metade das coisas que eram necessárias. O pet ficou sem ração, lá vai você de novo, fazer o circuito pela segunda vez.

Dá pra rir de tudo isso, mas que dia ruim! Sim, ruim, mas o maior responsável por essa confusão toda foi você mesma (o)… E isso que nem fui catastrófica a ponto de dizer que você estava em alta velocidade e bateu o carro para chegar em ponto no trabalho.

Toda essa simulação pra dizer que a cabeça da gente é uma ferramenta maravilhosa, mas não podemos exigir que ela lembre de todas as tarefas, ainda mais na nossa rotina atual em que processamos milhares de informações por minuto. Com a falta de organização, sempre faltara tempo para se cuidar, para almoçar bem, para relaxar, para a VIDA.

Tomar as rédeas da própria história passa um pouco por aí: Programar-se. É necessário dizer que não a várias pessoas e situações e falar sim para o que é importante. Sem rigidez, mas com determinação e organização das horas do dia fica mais fácil colocar em prática todos aqueles planos sonhados.

“Deixa a vida me levar, vida leva eu” serve só pra o samba do Zeca Pagodinho e pras férias. Para vida rotineira de quem tem muito o que fazer, muitas demandas pra atender e ainda quer aproveitar, vale a pena organizar o tempo, priorizar demandas, estudar seu próprio ritmo.

Juliana Soeiro – Psicóloga Clínica CRP: 07/26220 TEL: 51. 981345357

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *