O que você tem feito por você desde que o ano começou?

O que você tem feito por você desde que o ano começou?

Recebi um e-mail de uma senhora dividindo suas conquistas e dizendo que os temas abordados no blog têm auxiliado ela a ficar mais atenta a si mesma, pois confessa que os afazeres do dia a dia são tantos que ao entardecer quer apenas repor suas energias para a rotina do outro dia. E assim seus dias iam passando sem novidades, o casamento virou uma amizade pelo tempo de convivência, porém desejava sentir-se viva novamente. Essa querida leitora permitiu que eu falasse a seu respeito, sem identificá-la, para poder auxiliar outras tantas que vivem na mesma situação, por isso hoje dedico este texto a todas as mulheres que ainda não despertaram para a magnitude da vida e vivem como robôs, sem entender qual o sentido da sua vida de fato, com sonhos obscurecidos e cada vez mais distantes de serem realizados, escondidos numa caixinha lá no fundo de uma gaveta.

Então vamos fazer um teste: o que você tem feito por você desde que o ano começou? Não teve tempo de pensar a respeito? É a correria, muito trabalho para sobreviver, dentre tantas outras desculpas que surgem. Já parou para analisar que se você não está bem consigo, por um motivo ou outro, tudo em sua volta fica ruim? As pessoas absorvem essa sua energia densa, seu humor instável, que não assume uma postura diante da vida.

O que fazer? Cada pessoa sabe realmente o que acontece na sua vida, por isso não deixe a culpa assumir uma proporção tão grande que a impeça de ir ao encontro daquilo que realmente lhe faz feliz. Culpa por não estar mais tempo com os filhos, por isso abandona a faculdade, desiste de uma carreira promissora, permanece ao lado de um parceiro que a maltrata com receio de se separar, pois pode traumatizar os filhos etc.

Agora, se você vive os tempos modernos e acredita que estar de bem consigo não é ser egoísta, e sim uma necessidade para tornar este mundo melhor, com pessoas realmente centradas e que sabem o que querem, que vão em busca de suas realizações, você está certa.

Leitora, conte-nos sua história. Tenho certeza que sua experiência irá servir de incentivo a tantas outras que não têm coragem de mudar e precisam observar outras pessoas para acreditar ser possível transformar sua vida. Sua história de superação causará impactos muito positivos para todas nós, compartilhe!

Ótima semana!!!

Rosane Machado

Mestranda em Estudo sobre as Mulheres, Gênero e Cidadania pela UAB de Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *