11ª Bienal do Mercosul em Porto Alegre terá obras de mais de 70 artistas sobre a ligação entre América, Europa e África

11ª Bienal do Mercosul em Porto Alegre terá obras de mais de 70 artistas sobre a ligação entre América, Europa e África

A 11ª edição da Bienal de Artes Visuais do Mercosul começou oficialmente nesta quinta-feira (5), em Porto Alegre, com uma grande festa a céu aberto na Praça da Alfândega, no Centro da cidade. A partir de sexta (6), as obras de mais de 70 artistas estarão expostas em museus e espaços culturais da capital gaúcha e também de Pelotas, no Sul do estado (veja os detalhes da programação abaixo). São fotografias, pinturas, gravuras, desenhos, instalações sonoras e outras formas de arte.
 
 Programação:
 
Saiba o que a Bienal apresenta nos seus primeiros dias além das exposições:Celebração de Abertura da 11ª Bienal de Artes Visuais do Mercosul
Performances artísticas
Quinta-feira (5/4), de 10h às 19h – Standard Time, de Mark Formanek. Praça da Alfândega. Reapresentações de quinta a domingo, de 10h às 19h, até o fim da Bienal do Mercosul.
Sexta-feira, às 16h – CAPA-CANAL, de Hector Zamora. Memorial RS.
Sábado, às 20h – Orquestra de Falcões, de Romy Pocztaruk. Praça da Alfândega.
Sábado, às 17h30min – Impróprio, de Vivian Caccuri. Praça da Alfândega.
 
Visitação às exposições: de 6 de abril a 3 de junho
 
Locais: Museu de Arte do Rio Grande do Sul (MARGS), Memorial do Rio Grande do Sul, Santander Cultural, Praça da Alfândega, Igreja Nossa Senhora das Dores, Comunidade Quilombola do Areal e Casa 6 (Pelotas).
 
Curadoria de Alfons Hug e curadoria adjunta de Paula Borghi.
Entrada franca.
 
Mais informações: bienalmercosul.art.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *