Dez pílulas para a sua felicidade

Dez pílulas para a sua felicidade

Viemos para este planeta para aprender a nos libertarmos de tudo o que carregamos ao longo de nossas vidas, encontrarmos a paz e a unidade dentro do nosso coração. Esse é nosso objetivo, mesmo que para isso, tenhamos que levar algumas existências. A maioria dos problemas que enfrentamos começa pela perda da paz e do amor dentro de nós. Quando nosso coração é partido, nos tornamos tristes, agressivos e magoados. Todo um drama tem início e pode nos acompanhar por várias existências.

Carregamos ao longo do tempo esse sentimento de falta de amor e projetamos isso tudo no mundo, pois nos sentimos injustiçados e faltantes. É uma dívida que parece que precisa ser cobrada externamente, como se alguém pudesse retomar a paz pela gente, como se alguma coisa externa pudesse acontecer, para que nos sentíssemos melhores. A maioria das disputas, guerras ou brigas no mundo tem em sua origem a falta de amor. Por isso, no fundo, sabemos que precisamos voltar ao equilíbrio novamente. Eis o nosso grande desafio. Há espaço para todos neste planeta, todos somos especiais, somos da mesma origem e todos queremos o mesmo: ter a paz e a unidade dentro de si. Só que alguns ainda não descobriram essa verdade.

As experiências negativas que não foram ressignificadas geram uma energia que permanece aprisionada dentro da pessoa. Elas podem ser transmitidas aos filhos, netos e para todas as gerações seguintes, até que se quebre um ciclo e sejam finalmente dissolvidas. Os registros emocionais positivos e negativos do que uma pessoa sente por toda a sua vida são registrados em uma de suas hélices de DNA. São padrões, como a cor dos cabelos, dos olhos, aspectos do comportamento, desequilíbrios mentais, dentre outros.

Do ponto de vista emocional, todas as experiências negativas vivenciadas em qualquer tempo, sejam nesta ou em outra vida, que ainda estiverem reverberando internamente, irão afetar a vida da pessoa, em algum nível. Quanto mais difícil e traumático for o registro, maiores as chances de ele ser carregado ao longo das vidas, até que seja totalmente limpo. Apesar destas experiências terem sido vivenciadas no passado, para a mente inconsciente permanecem intactas, pois o tempo é uma invenção humana e só é reconhecido pela parte racional. O resto do universo não segue a nossa lógica e nossos sentimentos também não.

Apesar de carregarmos traços do passado de nossos ancestrais e de vivências que nós mesmos experimentamos nesta vida, o momento presente é o mais importante porque é agora que podemos mudar tudo o que nos impede a plenitude e a fluidez de nossa vida. Algumas atitudes são fundamentais para

nos libertarmos de padrões negativos que carregamos, como no caso das crenças limitantes, de sentimentos de rejeição, de abandono, de falta, de vitimização, de falta de amor.

Seguem abaixo dez “Pílulas da Felicidade” que podem te libertar, transformando a maneira como você vive a sua vida e como se relaciona com as pessoas.

1. Tenha coragem de não agradar Passamos a maior parte da vida aprendendo a ir em busca de uma aceitação sobre quem somos: quando pequenos, de nossos pais; quando adultos, dos nossos amigos, de nosso parceiro e da sociedade geral. Aprendemos a supervalorizar o foco no externo, naquilo que é esperado de nós, ao invés de sermos incentivados a valorizar as nossas próprias características individuais, que nos tornam seres únicos em todo o universo. Neste sentido, termos a coragem de sermos quem somos é um dos pontos mais desafiadores que devemos enfrentar, para alcançarmos a liberdade, a felicidade e a satisfação pessoal. Cada um enxerga a realidade à sua forma, segundo suas construções pessoais. Sendo assim, você nunca conseguirá agradar o outro de verdade. E se, por acaso, conseguir, será a satisfação do outro e não necessariamente a sua. Querer agradar esconde uma grande necessidade de ser aceito, amado e admirado. Você precisa parar de buscar no externo esse sentimento, porque talvez ele não venha, então você pode resolver isso se amando! Dá muito trabalho passar a vida querendo provar seu valor para os outros! É você quem precisa aceitar a si mesmo do jeito que é!

2. Aceite quem você se tornou Ame cada parte sua, sua história de vivências, sejam elas boas ou ruins, pois, de alguma forma, foram elas que te ajudaram a chegar até aqui. Se ainda não se sente bem em ser quem você é, provavelmente você continua depositando o poder no externo e a única pessoa que pode dar poder a alguém é você mesma! Pare de culpar os outros ou as situações. Seu destino é você quem faz, com suas atitudes. Você precisa todos os dias fazer uma escolha por aquilo que decide sentir. É você quem faz esta escolha! Acorde!!! Enquanto não mudar o que pensa e sente estará criando sua realidade todos os dias. Só é possível ter outro resultado de uma forma: mudando a escolha do que está sentindo, pensando e fazendo. Se você é adulto, é você quem tem as rédeas de sua vida, então assuma a responsabilidade por continuar escolhendo este caminho. É hora de crescer. Se você está feliz e satisfeita consigo ótimo, você está no caminho certo! Se você não aprova a sua realidade, pense quanto tempo mais você precisa para mudar. Por quanto tempo mais você vai culpar o mundo por aquilo que te aconteceu. Somos responsáveis pelo resultado de nossa vida, porque podemos mudar agora tudo o que não está bem! Simples assim!

3. Cure as feridas que você carrega em sua bagagem Tudo o que nos acontece tem o objetivo de nos ensinar algo para nossa própria evolução espiritual. Muitas situações ficaram internalizadas de forma muito distorcida, provocando sentimentos de tristeza, dor, culpa, raiva e medo. Isto tudo nos impõe uma necessidade de limpar estes registros negativos, que geram limitações e impedimentos, para poder ter uma vida feliz, de amor, de paz, de satisfação e de plenitude. Carregamos registros no nível primário (desde a nossa concepção até os dias de hoje), no nível genético (o que recebemos de nossos ancestrais), no nível histórico (de vidas passadas) e no nível da alma (todo conteúdo original de nossa existência). Tudo o que foi registrado de forma negativa, que não pode ser ressignificado, provocará algum tipo de impedimento na nossa vida. O objetivo do nosso espírito é descarregar a energia ligada a essas vivências e voltar ao estado de equilíbrio perfeito, pois, na origem, a nossa alma está em completa harmonia. Os acontecimentos é que nos tiram a paz. Nós somos a imagem e a semelhança do Criador. Então, dentro de nós existe o caminho de volta para este estado de amor pleno, por nós e por tudo o que existe. Não importa em que nível está a origem do seu impedimento, você tem o maior poder que poderia querer: o momento presente. É nele que pode mudar completamente o que não ficou bem dentro de você! Só é preciso reconectar com o sentimento de amor. É ele quem te ajudará a fazer a limpeza profunda da alma!

4. Use o seu poder de escolha Todos os dias você precisa reafirmar as suas verdades do que pensa de você, dos outros e do mundo para que a realidade, como ela se apresenta, permaneça a mesma. Do contrário, você mudaria todos os dias, porque novos acontecimentos se sobrepõem aos antigos e estes podem renovar suas antigas verdades. Então, entenda que todos os dias você anda reafirmando este mesmo padrão! Quando você muda o que pensa, toda a sua realidade muda. Seu padrão de energia passa a atrair novos eventos. Você entra em uma nova onda de ressonância vibratória e tudo o que está compatível com esse conteúdo começa a se materializar na sua vida. Se eu me fixo em conteúdos negativos é isso que irei atrair. Então, eu decido pensar, sentir e agir positivamente, da melhor maneira possível. Isso é poder! Está em suas mãos, ou seja, na sua mente!

5. Faça um esforço pessoal por você A Lei da Inércia nos ensina que se não tivermos uma iniciativa e imprimirmos um desejo sincero e obstinado por aquilo que desejamos ou sonhamos, tudo permanecerá como está. A iniciativa sempre e obrigatoriamente deverá ser de quem quer uma mudança. O destino não pode interferir no livre arbítrio. E este, por sua vez, quer dizer que temos o poder de escolher como queremos viver a nossa vida. Porque você quer continuar deixando a vida te levar, se você pode decidir, assumindo a responsabilidade pela vida que deseja manifestar?

6. Valorize cada novo dia Cada dia é precioso. É uma oportunidade incrível de fazer o que você gosta, de viver o que faz sentido e de estar com quem ama, pois este pode ser o tempo que você ainda tem nesta existência. O tempo que temos é valioso justamente porque não fazemos ideia da data de nossa partida para o mundo espiritual. Voltaremos tantas vezes quantas forem necessárias para nossa purificação e limpeza do que carregamos de negativo, porque nosso destino é voltar ao estado de plenitude da alma. Então, é inteligente permitir liberar todo o peso de vivências negativas, nos harmonizarmos com todos que fizeram parte da história da nossa alma, nos amar por aquilo que somos para, assim, manifestar a nossa essência divina!

7. Sintonize a vida dos seus sonhos A Lei da Atração nos ensina que tudo é energia e tudo o que atraímos é o resultado do que somos. O que pensamos, sentimos e fazemos cria a realidade ao nosso redor. Pessoas e situações são manifestadas na nossa vida, conforme estes conteúdos criados na nossa mente e no nosso coração. Se você tem o hábito de julgar os outros, de cultivar pensamentos e sentimentos negativos, se reclama de tudo, se não vibra com as conquistas dos outros, se sente ciúme, está atraindo situações negativas para a sua vida. A maioria das pessoas acha que somente pensar positivo para si próprio atrai os seus objetivos. Mas isso não é verdade, pelo contrário, isso afasta de você a vida de prosperidade e abundância. Se você emana sentimentos negativos é isso que será atraído para você. Se emana sentimentos positivos, o universo enviará mais disso para você também! Vibre com tudo o que visualizar mesmo que não seja seu, porque o universo mandará mais disso para sua vida! Lembre-se que, para o universo, o outro não existe. Só existem você e seus conteúdos emanados!

8. Não culpe os outros pelos seus fracassos Aprendemos que é obrigação do outro nos fazer felizes, nos agradar, nos amar, nos respeitar. Esquecemos que cada pessoa tem uma capacidade de sentir e de transmitir tais sentimentos, conforme aquilo que conseguiu aprender e desenvolver dentro de si. Imagine que talvez essa pessoa não tenha sido amada, porque as circunstâncias que envolveram seu nascimento foram extremamente difíceis para seus pais. Talvez eles não estivessem prontos, ou não soubessem como é lidar com as responsabilidades de ter uma criança. Talvez tenha sido desejada, mas os cuidados não foram efetivos, porque faltava aos pais conhecerem o manejo adequado para dar o suporte emocional necessário, para que essa criança se sentisse feliz e protegida. Talvez tenha sido recebida em um lar onde já existiam outros irmãos – e o afeto por cada um era demasiado – porque a função da mulher era procriar. Ela precisava se virar em cinco, para dar conta dos filhos, da casa, do marido, de si mesma e de seus monstros internos. Seja lá qual foi a circunstância de seu nascimento e de seu desenvolvimento, aceite, foi o que poderia ter sido! Olhe para sua história e identifique o que gostaria que fosse diferente, que sentimentos gostaria de ter experimentado. Comece a perceber de que forma pode hoje, no presente, vivenciar tais sentimentos e sensações, por iniciativa própria. Entenda que é você a única pessoa que pode te ajudar, de verdade, a sentir a sensação de estar completo (ser amado, querido, desejado e especial). Comece a se tratar com carinho, seja sua amiga, permita-se se dar pequenos presentes diários, coisas que te tragam satisfação, prazer e conforto. Trate-se com respeito, reveja seus valores internos. Se achar que é merecedor(a) e digno(a) de ser amada, atrairá bons relacionamentos, um bom trabalho, uma boa vida, com experiências felizes. Entenda: você não precisa passar o resto da sua vida esperando pela felicidade chegar. Você pode ir ao encontro dela e acelerar este processo.

9. Perdoe e tenha empatia e compaixão com as dificuldades alheias Todos nós, em algum momento da vida, deixamos de corresponder às expectativas dos outros, seja de forma intencional ou porque não fomos capazes. Seja lá qual for o motivo, temos grandes chances de termos decepcionado alguém, ter ferido, magoado ou faltado. Neste sentido, precisamos aprender a nos perdoarmos porque nem sempre conseguimos reagir como gostaríamos, tanto com os outros, quanto com nós mesmos. Este fato nos revela que assim como nós, aqueles que fizeram parte de nossa história também podem ter tido as mesmas dificuldades e carregam culpas, remorsos e desconfortos. O perdão pode curar o nosso coração e também nos ajudar a conquistar a leveza que tanto desejamos. Perdoar a si mesmo é um grande ato de amor; perdoar o outro é um ato de libertação. Seja lá o que estiver pesando dentro de você é o perdão que lhe levará ao próximo nível.

10. Escolha a história que você quer contar sobre sua vida O que você escolhe contar sobre sua vida determina o padrão de acontecimentos que você continuará atraindo. Funciona com um ímã. Não importa o que tenha acontecido de ruim, você pode escolher enxergar o que isso te trouxe de bom e de que forma te tornou uma pessoa ainda melhor. Portanto, escolha a melhor história, aquela que realmente você quer atrair para si. Seja grato pelo quanto você se sente maravilhado por aprender tantas coisas lindas sobre o amor, o afeto, o cuidado e o quanto você deseja transmitir para os outros sobre o entusiasmo que a vida precisa ter. A sua vida segue você. Você dita o poder que atrai: suas palavras são o alimento gerado para abastecer seu coração. Fale sobre coisas positivas e o magnetismo gerado atrairá mais coisas positivas. Fale sobre tudo de ruim que acontece no mundo e veja mais coisas ruins serem atraídas para sua vida. Você escolhe o que quer ver sintonizado e manifestado em sua vida. Você nasceu para ter uma vida maravilhosa, mas precisa escolhê-la e cultivá-la, através de pensamentos e sentimentos. Na sua vida, chegará aquilo que você der, dê amor e veja ele acontecer. Tudo está relacionado com o que você sente: se você falar sobre coisas boas e sentir algo de negativo atrairá o que estiver sentindo e não falando, porque é o sentimento que gera a vibração. É ela quem atrai os fatos para sua vida!!! Você recebe o que você sente! Dê primeiro para poder receber o que deseja; se não der, não receberá! Tudo acontece pelo amor ou pela falta dele. Quando sentir sentimentos negativos, exercite o poder do amor, limpe seu coração e veja a sua vida ser recriada para a prosperidade e a abundância! Toda a magia manifestada no mundo acontece primeiro dentro de cada um de nós!

FERNANDA WERNER é Médium, Hipnoterapeuta, Especialista em Psicologia Positiva e Espiritualidade e Palestrante. Siga: www.instagram.com/FernandaWernerMedium

Curta: www.facebook.com/FernandaWernerMedi

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *