Olho no olho é prova de amor

Olho no olho é prova de amor

Olho no olho é prova de amor.

Nesse clima de dia dos namorados resolvi escrever sobre a melhor aliada dos relacionamentos de qualquer ordem: a atenção. Motivo de muitas separações pela falta dela, a atenção bem canalizada é fonte de maior produtividade, de maior qualidade nas tarefas e de boas relações.

Em tempos de Whats app, em que uma visualização de mensagem não respondida pode resultar em término de amizade, quem sabe dar atenção para tudo e todos é rei. A equação é simples: falta de resposta + carência + atenção voltada só para alguém/algo = “zica”.

Da mesma forma, se formos nos empenhar em responder todas as notificações, deixamos a desejar no nosso trabalho, nos exercícios, em disfrutar do lazer, nos estudos ou em uma leitura focada.

Muitos de nós ainda não aprenderam usar a tecnologia a seu favor e acabam se prejudicando. Com isso, danificam um dos principais processos de atividade mental e um dos principais focos de avaliação neuropsicológica: a atenção.

Percebo em mim e a minha volta que a dispersão tem sido motivo de mais acidentes, de mais faltas e atrasos e de mais mal-entendidos. O motivo é simples e banal – estão todos de cabeças baixas, topando nos postes, nos carros e nas pessoas, olhando para o celular na mão. Olho no olho é prova de amor e, até, de cidadania.

Por isso, e pelo fato de a atenção ser capaz de melhorar e muito as relações, pensei em dar um presente de dia dos namorados colocando aqui algumas dicas para melhorar o foco.

Como já ficou implícito acima, deixar um pouco de lado o celular é uma delas. As outras dicas também não são nenhuma novidade: dormir bem, tomar bastante água, boa alimentação, música, rotina de exercícios e uma boa organização.

Mas não só isso, a ansiedade, tristeza, dores, depressão, uso de psicoativos e de álcool, entre outros aspectos emocionais/sintomas/enfermidades dificultam os nossos processos mentais. Nesse caso, o acompanhamento psicológico e/ou médico é a melhor saída.

Seja com o namorado (a), com o trabalho, com os amigos, com a família, com o seu pet ou com seus próprios projetos, a atenção é a melhor forma de comunicar que “estamos presentes”, que “estamos cuidando”, que “aquilo” ou “aquele(a)” é importante para nós. Vamos celebrar o amor com quem quer que seja, com ou sem presentes, mas com muita dedicação.

“Quando o amor pedir um pingo da sua atenção, por favor, chova” (Autor Desconhecido)

Juliana Soeiro – Psicóloga Clínica CRP: 07/26220 TEL: 51. 981345357

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *