Quando você resgatar um animal

Quando você resgatar um animal

Quando você resgatar um animal, verá que tudo será mais difícil do que imaginou, mas ainda assim algo mais forte a fará persistir na luta por aquele ser vivo;

Quando você resgatar um animal, pensará na bobagem que fez, afinal, não tinha dinheiro ou tempo para tratá-lo como deveria, mas ainda assim surgirão pessoas do bem para lhe estender a mão e mostrar que mesmo com escassos recursos financeiros, o milagre pode acontecer quando se tem atitude;

Quando você resgatar um animal, se preocupará com os seus animais da casa, mas ainda assim saberá que eles estão bem e protegidos, porque você sempre zelou por eles, mas este ser agora só tem mesmo você;

Quando você resgatar um animal, precisará se adaptar e ensiná-lo a viver em família, prepará-lo para receber o amor que talvez nunca realmente teve… mas ainda assim a experiência, por mais que pareça poética, poderá ser traumática. Persevere! Ao final ela se mostrará a mais rica e inesquecível que você terá, seja quantas vezes ela acontecer – e ela voltará a acontecer;

Quando você resgatar um animal, você terá grandes chances de se machucar ou ser mordida, ficar sem o tampo do dedo, mas ainda assim irá encontrar uma maneira de entender o motivo disso tudo;

Quando você resgatar um animal, será a pessoa mais importante por um tempo para ele, mas ainda assim precisará ter a paz e serenidade para controlar seu ego. Você o salvou da rua e isso se chama gratidão. O amor ele terá pela família que você o ajudará a encontrar e certamente ele será ainda mais grato por isso. E você descobrirá a emoção de fazer uma família feliz;

Quando você resgatar um animal, se angustiará porque só você se incomodou em vê-lo naquela situação, mesmo com tantos passando por ele, mas ainda assim saberá que aos olhos de Deus, nada passa. Os que passaram por ele, o viram e nada fizeram, não passarão;

Quando você resgatar um animal, terá dúvidas se conseguirá a família que ele merece, mas ainda assim, não deixará de acreditar sequer um minuto que ela existe e está a sua espera;

Quando você resgatar um animal, terá a paciência que nunca sonhou que pudera ter para suportar os xixis fora do lugar, as sapequices e até todos aqueles comentários de amigos, conhecidos e desconhecidos dizendo “tadinho”, “ajudem”, “adotem”, “fica pra ti” e tantos outros mais quando, na verdade, só o que você precisaria era um compartilhamento ou que aquele coração fosse tocado pela semente da adoção;

Quando você resgatar um animal você possivelmente descobrirá em seus pequenos gestos que ele já teve um dono e foi por ele negligenciado ou abandonado. Você terá um ódio mortal da raça humana, mas ainda assim manterá a esperança que uma parte dela se salva e é essa chama que manterá você acesa na busca por conhecer esses corações;

Quando você resgatar um animal e finalmente colocar ele no berço esplêndido da melhor família, aquela que foi desenhada para amá-lo e respeitá-lo por toda sua vidinha, você jurará de pés juntos que será o último, mas ainda assim seu coração sussurrará baixinho que essa missão só quem diz que termina é o cara lá de cima. E você aceita pois, afinal, a cada vida salva sempre dói um pouquinho menos.

26/06/18

Márcia Messa

Fotografia solidária do Projeto Bendito Bicho.

http://www.benditobicho.com.br/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *