Você mudaria por alguém?

Você mudaria por alguém?

Muitas pessoas procuram modificar sua rotina, abandonando sua própria personalidade para se dedicar a uma outra pessoa, no caso um parceiro. No entanto, o contrário é muito raro acontecer. Você já viu algum homem deixar de seguir uma carreira para acompanhar a esposa que foi transferida para outro local, ou emagrecer para agradar a parceira? Posso estar enganada a esse respeito, mas confesso não vir nada à mente que prove o contrário.

A mulher estica a pele até onde pode para se sentir jovem e não ser trocada por outra com metade da sua idade, tentando prolongar por um bom tempo a juventude que se esconde por trás de tantos corretivos e intervenções. Tantas outras deixam de viver a vida conforme sua própria essência, que grita sufocada para poder se expressar, e mesmo assim não conseguem despertar atenção de quem devotam toda sua existência, que muitas vezes não está nem aí para elas.

O tempo passa e torna-se implacável, cobrando atitude e uma postura perante a vida, que tenta despertá-las para algo maior, para aquilo que lhe pertence, clamando diariamente para que consigam se determinar na vida, a sua por excelência. Quando não acontece essa libertação e o entendimento da dinâmica da vida, seu corpo adoece, pois são pessoas que vivem no limite, sufocadas, sem poderem manifestar seus desejos.

Estou sempre mostrando o quanto você é importante, um ser especial que merece cuidado e atenção, portanto não precisa ficar à mercê de alguém que não dispensa o mínimo de atenção, apenas te usa e depois te abandona. Está na hora de despertar para a vida tal qual você merece, é isso que importa.

Espero que, ao ler este texto, algo em você desperte, te faça refletir e assim avaliar seu dia a dia, buscando sempre se aprimorar, indo ao encontro de você mesma. Vai valer a pena, acredite!

Ótima semana!!!

Rosane Machado

Mestranda em Estudo sobre as Mulheres, Gênero e Cidadania pela UAB de Portugal.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *