Filme “A Esposa”

Filme “A Esposa”

Vocês assistiram ao filme “A esposa”? A personagem Joan (Glen Close) é uma esposa devotada que vive 40 anos renunciando seu talento e suas ambições para apoiar seu marido Joe (Jonathan Pryce) e sua carreira literária. Assediada por um jornalista (Christian Slater) que busca incessantemente escrever a biografia de Joe, segredos começam a vir à tona, culminando com o Prêmio Nobel de Literatura recebido em Estocolmo. Isso resulta em uma fúria contida durante todo esse período e faz surgir uma mulher amarga, vencida pelo tempo e desgastada por uma relação de traições, mas, ao mesmo tempo, podia ver seu talento sendo aplaudido por meio de seu esposo.

Esse fato não era tão incomum no passado, época em que as mulheres não conseguiam editar livros pelo simples fato de serem mulheres, quando a notoriedade e o reconhecimento só eram possíveis ao homem, numa sociedade historicamente machista.

Mesmo que tivessem talento, como no caso da personagem, que ficava 8 horas por dia escrevendo, enquanto seu marido cuidava dos afazeres domésticos, não teriam condições de saírem das prateleiras das livrarias, muito menos seriam folhadas para ler a sinopse do livro, estariam condenadas ao anonimato, por isso não se arriscavam a expô-los.

Poderia passar um longo tempo citando exemplos de mulheres que tiveram seus talentos ofuscados pelo simples fato de pertencerem ao gênero feminino, sendo assim discriminadas. O que quero aqui com o filme é passar a mensagem e a importância de muitas que ainda vivem à mercê de seus maridos, escondendo suas qualidades, vivendo reclusas a si mesmas, num limitado mundo imposto pelo receio de assumir seu potencial, aquele que grita constantemente para se expandir no Universo.

Vale a pena conferir o filme, quem sabe criar coragem de se descobrir no seu papel real, identificar o que a impede de ser feliz.

Fonte da imagem: Cultura alternativa janeiro 22/2019

Rosane Machado

Mestranda em Estudo sobre as Mulheres, Gênero e Cidadania pela UAB de Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *