Para filósofo, Daenerys, de Game Of Thrones como ‘rainha louca’ é medo de mulher politicamente forte

Para filósofo, Daenerys, de Game Of Thrones como ‘rainha louca’ é medo de mulher politicamente forte

Pode conter spoiler, mas para  os amantes da série Game Of Thrones essa análise do  filósofo e sociólogo esloveno Slavoj Zizek, sobre o final da personagem da Daenerys vem de encontro com tudo que tentamos trazer a tona, a mulher sempre como louca.

Um dos mais importantes pensadores da atualidade, o filósofo e sociólogo esloveno Slavoj Zizek não se furta a pensar sobre todos os temas da atualidade, dos mais profundos aos supostamente mais banais, tirando de cada um deles material para entender e questionar o mundo – incluindo “Game Of Thrones” . E o final da série não passou desapercebido aos olhos de Zizek, que escreveu um artigo sobre o final da série, com Daenerys enlouquecendo, como um símbolo do medo atual diante da mulher politicamente forte.

“A última temporada de Game of Thrones ensejou um grande alarde público, que culminou em uma petição (assinada por quase um milhão de espectadores indignados) exigindo que se desqualificasse a temporada inteira e regravasse uma nova. A fúria que marcou debate é, por si só, indício de que há bastante em jogo, em termos de ideologia”, escreveu o filosofo. Os desfechos, que provocaram a insatisfação da maioria dos seguidores da série, serviu de base para uma análise profunda a respeito da afirmação feminista atual.

“A figura Daenerys como rainha tresloucada é rigorosamente uma fantasia masculina. A cena em que ela, tomada por um olhar de fúria e loucura, sobrevoa a cidade em seu dragão e incendiando casas e pessoas é simplesmente a expressão da ideologia patriarcal e seu medo de uma mulher politicamente forte.”, escreveu Zizek. De acordo com o pensador esloveno, a eliminação de Daenerys é também o encerramento da rainha que queria mais liberdade para todos. O artigo pode – e deve – ser lido na íntegra no Blog da Boitempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *