As emoções podem afetar sua saúde

As emoções podem afetar sua saúde

Costumo escutar as pessoas dizerem: “Controle suas emoções, caso contrário você vai adoecer”. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a saúde é o estado de bem-estar físico, emocional (mental) e social, e não meramente ausência de doença. Saúde emocional é um conceito positivo que enfatiza recursos sociais e pessoais, um estado de bem-estar no qual cada pessoa desenvolve seu potencial e lida com as situações de dificuldades e tensões. Assim, somos diferentes a fatos e acontecimentos na vida, com reações diversas que acabam influenciando na saúde. Pessoas que não demonstram suas emoções, que aparentemente são tranquilas, podem internamente estarem acabadas e sem condições de lidar com o fato. 

Nós mulheres sofremos influência hormonal, e sua ausência ou diminuição podem alterar o humor, desde a idade da menstruação até após a menopausa, por exemplo, entretanto, muitos médicos ainda não são favoráveis a fazer reposição hormonal, indicando outra forma de lidar com tal fato. A maternidade e o parto, com suas implicações, desde a mudança do corpo até o nascimento do bebê, alteram toda a rotina do casal. Sempre coloco que se o casamento ultrapassar essa fase, que, ao mesmo tempo em que é linda, gera desgaste, a união estará solidificada. 

Em toda a nossa vida, as emoções estão presentes, mas estão muito relacionadas com nossas escolhas e a forma como administramos a vida, que caminhos trilhamos para encontrar nossa realização, tanto pessoal quanto profissional. Sem dúvida, a mulher é mais suscetível à depressão, ansiedade, a doenças autoimunes ou transtornos alimentares. Outro ponto importante é o desgaste emocional que muitas mulheres manifestam por rupturas afetivas, ou por insistir numa relação que não tem futuro. Muitas vezes, por carência ou baixa autoestima, continuam investindo unilateralmente, o que gera um desgaste contínuo e sem necessidade.  

É importante pensar no seu bem-estar, procure a leveza como um mantra do seu dia a dia, se achar difícil conquistá-lo, busque meditar, fazer yoga ou outras técnicas que nos conectam à existência e sua magnitude, porque a vida é muito maior que pequenos detalhes corriqueiros. 

Ótima semana!!!

Por Rosane Machado

Mestranda em Estudo Sobre as Mulheres, Gênero, Cidadania e Desenvolvimento pela UAB de Portugal

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *